Materializando um sonho em comum




Nesta entrevista, você vai conhecer o que pensa Elisabeth Reis, arquiteta e CEO da Pallas Athena, empresa que não apenas faz parte da nossa cadeia de fornecedores que incentiva empreendedores de grupos de minorias, mas que também estabeleceu um relacionamento diferente com a Integrare, sendo responsável por prestar seus serviços para nós, desenvolvendo o projeto da sede e a conceituação dos espaços em colaboração entre Integrare e empresas associadas. Para Elisabeth, “A Integrare é o organismo que permite o encontro das duas pontas: Grandes empresas e as empresas lideradas pelas minorias.”


01 – Fale sobre a PALLAS, em qual segmento a empresa atua e quais produtos/serviços são oferecidos ao mercado.


A Pallas Athena arquitetura e engenharia ltda é uma empresa do setor de construção civil, que atua no mercado fornecendo os seguintes serviços:


1. Arquitetura e Engenharia

a) projeto de arquitetura - arquitetura comercial, industrial, institucional: escolas e hospitais e residenciais.

b) projetos de engenharia - estrutura, instalações elétricas, instalações hidráulicas, projeto de prevenção e combate ao incêndio e projetos de sistemas de ar condicionado e sistemas de exaustão.

c) gerenciamento e compatibilização de projetos.

d) planejamento de obras - quantificação, concorrência no mercado para aquisição de produtos, planejamento físico financeiro.

e) gerenciamento e administração de obras.


2. Consultoria para conservação de energia, conservação de água e soluções em tecnologias passivas para edificações


3. Retrofit das edificações


4. Consultoria para Implantação de Planejamento de Estratégia ESG:

a) análise do ambiente interno

b) a estratégia ESG nos âmbitos Ambiental, Social e de Governança coorporativa

c) a definição de métricas e indicadores

d) implantação e monitoramento da Estratégia ESG

e) ESG e o mercado financeiro.


02 – Fale como começou a parceria entre a PALLAS e a Integrare.


Conheci a Integrare através de um fornecedor, contratei a empresa e quando o líder me conheceu me indicou, mas não havia um relacionamento estreito. Em um evento no Santander, conheci o Theo Van der loo que me apresentou ao Umberto e a empatia foi imediata, a partir daquele momento, estreitamos relações com a Integrare e a cada manhã, me pergunto como nossa empresa pode ser melhor e mais capacitada, para prestar o melhor serviço e ser exemplo para os demais fornecedores.


03 – Como está a parceria hoje e quais são os negócios realizados via Integrare?


A parceria está excelente e acredito ser uma mão de via dupla, como líder da empresa tenho um perfil muito inovador e disruptivo, buscando novos conhecimentos e parcerias para um crescimento sustentável da empresa e encontro na Integrare tanto a oportunidade de novos negócios, como uma oportunidade de conhecer novos parceiros de negócio e ampliar nossa base de fornecedores. Temos um planejamento de 4 anos para internacionalizar parte de nossa operação, neste sentido, também podemos contribuir para a formação e certificação da cadeia de fornecedores, viabilizando nosso processo e trazendo esta oportunidade aos demais fornecedores, de acordo com seu grau de maturidade. 2021 foi um divisor de águas ao termos a oportunidade de desenvolvermos o projeto da sede Integrare e a conceituação dos espaços em colaboração com a Integrare e as empresas Associadas. Estamos materializando um sonho em comum: criar o espaço de fortalecimento do fornecedor, um local de fomento do conhecimento, desenvolvimento de networking e concretização de negócios.


04 – Na sua opinião, por que é importante apoiar e incentivar os empreendedores de grupos de minorias?


A relevância em apoiar e incentivar os empreendedores de grupos de minorias consiste na força de transformação que reside nesta ação. A parcela do PIB relativa a contribuição de pequenas e médias empresas é muito significativa no Brasil, logo, ao fechar um contrato com uma PME, a Contratante pode vislumbrar quantos postos de trabalho são abertos, quantos lares são impactados com uma vida digna, quantas crianças terão acesso à educação, saúde, moradia, graças a ocupação de seus pais nestas pequenas empresas. O que ocorre é uma verdadeira transformação de impacto positivo na sociedade, levando recursos até áreas periféricas das grandes cidades, até cidades remotas em território nacional, fomentando o comércio, implantação de novas tecnologias, abrindo portas para serviços de infraestrutura. No aspecto ambiental, ao levar a prosperidade, as necessidades básicas são atendidas e teremos a oportunidade de ter efetividade em uma educação holística, que vai além da academia, teremos a chance de formar cidadãos e agentes zelosos do meio ambiente, criando um círculo virtuoso de prosperidade.


05 – Como você acha que deve ser o papel das grandes empresas nesse processo de inclusão?


O papel das grandes empresas em ser inclusiva é o principal papel. Se a inclusão e diversidade partir da alta direção e esta cultura organizacional fizer parte de seus colaboradores, as metas de contratação deixarão rapidamente de ser uma intenção e se concretizarão rapidamente. Não é uma tarefa fácil, pois demandará união de forças entre estas empresas, a Integrare e os fornecedores. Este desafio será superado no exato momento em que as grandes empresas perceberem que sua maior riqueza é o seu capital humano e que a integração destes valiosos times em ações de treinamento, capacitação e formação dos fornecedores, será fundamental. Hoje em dia, os departamentos de Gente, conseguem identificar pessoas com propósito, estas pessoas são as pessoas chave, que levarão muito mais que uma oportunidade de negócios aos líderes destas PMEs, eles resgatarão o que muitos perderam: autoconfiança, visibilidade e a vontade de vencer e este fator intangível será a força motriz, para este trabalho de união e crescimento.


06 – Como você vê o papel do Integrare nesse processo?


A Integrare é o organismo que permite o encontro das duas pontas: Grandes empresas e as empresas lideradas pelas minorias. A Integrare e sua equipe detém a capacidade de identificar não somente as necessidades de contratação, que são as oportunidades, este é o lado mais fácil e visível, a Integrare detém a capacidade de identificar a oportunidade, o perfil da empresa que apresenta esta oportunidade, além do modelo de formatação adequado para que este serviço ou produto seja oferecido. Através do relacionamento da Integrare com as grandes empresas, o time da Integrare consegue identificar inclusive, a capacidade de gestão do time de compras sobre um volume de fornecedores, muito maior em números, do que o time está acostumado a lidar, pois ao avaliar a base de fornecedores, a Integrare, também analisa a capacidade de entrega, sugerindo a subdivisão do BID, para melhor atendimento e maior velocidade de entrega do serviço ou produto. Do lado do fornecedor, a Integrare é o elo de confiança e identificação, é o local onde somos o melhor de nós mesmos